Evite 7 perigos do verão para seu pet e sua família

O calor chegou e isso é muito bom, mas fique de olhos abertos, pois pode aumentar a incidência de alguns problemas com nossos amigos.

Como é bom sair em família com seu pet, fazer passeios, ir para praia, brincar e rolar pela grama com eles.

Mas para que vocês possam aproveitam sem estresse o verão, temos algumas dicas para proteger seu pet dos vilões que podem acabar com a saúde do seu companheiro pet.

Pulgas

Esta é a época em que elas mais infestam os peludos. A coceira é o primeiro sinal. Cheque a presença de pulgas e mantenha a aplicação de antipulgas de controle, indicados pelo veterinário. Lembre-se que apenas 5% estão no seu animal, enquanto que 95% estão no ambiente.

Carrapatos

Você sabe que os carrapatos são transmissores de graves doenças aos cães e também as pessoas? Aproveite o calor, limpe bem o seu quintal, eliminando os focos de procriação e cheque o calendário de aplicação dos carrapaticidas.

Miíase:

São as infestações de larvas de moscas nas feridas dos animais. Em épocas de calor as moscas aparecem em maior número, portanto atenção com a higiene. Se seu cão vive fora de casa opte pelo Vectra ou Seresto.

Insolação

Sombra e água fresca para seu amigo, não se esqueça disso. Troque com frequência a  água e cuide com passeios ao sol, lembre também de deixar sua casinha em local com sombra e arejada.

Gastrenterites

Podem ter origem viral, causando vômitos e diarréias. Portanto não relaxe na vacinação, mantenha em dia. Como pode ser de origem bacteriana também, então você deve prestar mais atenção nas rações úmidas e as comidinhas estragam mais facilmente nos dias de calor.

Dermatite bacteriana e fúngica

Calor e umidade, tudo que as bactérias e os fungos precisam para irritar a pele dos cães. Pense sempre em deixar seu amigo tosado com pelagem curta porém que a pele possa ter proteção e manter refrescado em épocas de calor e, após banhos, secar bem é imprescindível, assim você diminui a ocorrência de dermatites.

Leishmaniose

Se você está viajando para uma região endêmica para esta grave doença, que também é transmitida para humanos, converse com o seu veterinário e faça uso da coleira protetora contra o mosquito transmissor. E planeje com alguns meses de antecedência fazer todo o protocolo de vacinação, para proteger seu cão e sua família.

Pense em tudo isso e curta o verão, e tenha várias histórias boas para contar, em vez de passar o verão com seu pet doentinho.

Dra. Franciele Maroso dos Santos

Médica Veterinária

CRMV 3600

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s